Ora della Pizza

​Há uns dias, partimos para uma pequena viagem para dentro da cozinha da Rita e do Stéfano, inserida num apartamento de arquitectura tipicamente lisboeta, que eles partilham com outros jovens estudantes, para comermos a pizza há muito prometida. Como em qualquer história, existe sempre um princípio e este capítulo não faria sentido sem um prefácio curto:

 

A Rita é uma grande amiga da Mariana, da faculdade de Medicina, e é daquelas amizades à primeira vista, sem precisar de muitas palavras nem de muitos gestos. Tampouco necessitam de um olá, porque o tempo entre conversas é posto em pausa, mesmo que por meses. Entretanto, entra em cena um italiano de espírito e sotaque inconfundíveis, um estudante de Erasmus que se apaixonou pela língua portuguesa e pela Rita. Juntos vivem, desde então, das aventuras mais caricatas e bonitas já contadas, que nos deliciam e nos deixam com vontade de os fotografar. Eles os dois são os opostos que se complementam na plenitude, apesar de serem fisicamente parecidos, chegando a ser considerados irmãos, até na arte de fazer pizza - ora chocam, ora dão beijinhos. Este serão estava prometido desde quando casámos e veio a ser conveniente numa segunda-feira, a meio de uma algazarra do pós-férias, permitindo-nos esquecer-nos por momentos dos demasiados afazeres em casa.
 

O registo foi espontâneo e a luz da cozinha era multifacetada, com frequência de cor a oscilar bruscamente entre o azul e o amarelo, mas, afinal de contas, tratam-se de memórias felizes e essas ficam sempre. 

E Itália é onde e quando nós quisermos! 

Grazie, Rita & Stéfano, per la serata.



 

© âmart - Imagens e textos de Ângelo e Mariana Bártolo, 2018.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Vimeo - Círculo Branco